Impressora 3D produz próteses e peças para estudo e planejamento cirúrgico

Impressora 3D produz próteses e peças para estudo e planejamento cirúrgico

Uma das aplicações tecnológicas que vem ganhando espaço no setor de saúde é a de impressões em 3D. E durante a 24ª edição da Hospitalar Feira + Fórum é possível ver de perto modelos de órgãos e próteses em tamanhos reais e em miniatura no stand da TechCD.A empresa, que atualmente trabalha junto ao Hospital Alemão Oswaldo Cruz, oferece o serviço de impressão 3D em dois tipos de materiais (filamento e resina), que podem ser combinados em diversas cores e texturas diferentes – tudo para deixar a peça próxima da realidade.

“É um complemento ao exame, uma nova modalidade de diagnóstico. O médico pode se apoiar na peça com mais clareza, tirando aquilo que não interessa e deixando apenas os detalhes que o permitirão avaliar o que é melhor para o procedimento”, explica Guto Drummond, diretor comercial da TechCD.

Feitas com base em exames, como uma tomografia computadorizada, os modelos anatômicos gerados pela impressora 3D servem tanto para o planejamento cirúrgico, como para a criação de próteses e peças para estudos.

“Você pode utilizar a impressão 3D em todas as especialidade da medicina. As mais comuns são buco-maxilo, oncologia, neurologia, vascular e, é claro, ortopedia. Ontem conversei com um oftalmologista que já está empregando nessa área”, diz Drummond.

“Além disso, muitas faculdades optam pelo uso de modelos gerados em 3D para auxiliar os estudantes, que nem sempre têm a chance de estudar com um cadáver em todos os momentos”, ressalta o diretor comercial.

A Hospitalar Feira + Fórum 2017 acontece no Expo Center Norte, em São Paulo, de 16 a 19/05. Acompanhe a cobertura da TV Doutor.